Sessão Metamoderna: Poesias de Jayro Luna

Astrolábio
 
"Se o leitor, era afastado pelo medo e vacilava em alguns do problemas anteriormente propostos, agora, tendo sido iniciado nas introduções - resumidas, porém tão necessárias - desta arte para os não-iniciados, pode encontrar e compor resoluções semelhantes sem reclamação de qualquer impedimento."
  Boécio.

Semblante místico em lã e seda,
Túnica inconsútil dos vedas
E o pantáculo luze à lua
Ou ao sol imáculo pontua.

Jovens rebeldes incendeiam
O incenso na busca que enleia
E a leve lança do alvo templo
Vem e atinge a névoa em vôo amplo.

Na lei antiga e cabal da seita,
Experimenta algo e deleita
Na estranha e vaga escura luz
Que vem de um turvo templo hindu.

Sei tudo do epílogo ao prólogo,
Sou velho e novo: Louco Astrólogo!

Le Bal

Crack! Crash! Stroom! Blum! Stroll!
Lonely lonely lonely long time;
Bola louca colore o show,
Coisa estranha que tão bem cai-me.

Vrum! Íon! Win! Who! Room! Spoom! Flash!
Ruído rebel, mascar chiclet.
Rasga, singra, a flecha me fleche;
Vôa foguete, explode asa pan air!

Led Zep, Deep Purple, Betlestones,
Cabelos molhados aos sóis,
Gotas brilhando à luz néon-ônix;
Sabbath, Iron, AC/DC, Big Boys!

Dedos agitados no ar:
Guita imaginária a tocar!

Calça Velha Azul e Desbotada

Em nervos desfolhada a pele érea não corro!
Por lutas de sabor vetusto e vil não morro!
Lendo gibi e fazendo uma bola ao chiclet...
E a fé por guerras não me verás à espada,
Pois eu uso calça velha azul e desbot
                                 

Farenheit 451

Fogo! Fire! Queimarão todos os livros!
Ardem nas ruas as odes, albas, liras!
Quando o saber é subversivo, a ira
Louca em trevas lança a alma dos vivos!

O inferno de Dante, o Uivo, a Ilíada!
Bombeiros incendiando uma Odisséia;
A magia dos Tiranos: sua panacéia!
Sopra Adamastor as letras lusíadas!

Cante Menestrel! Pé na estrada, Hippie!
Guarde uma estória ulisseida leitor,
Pois se amanhã calar-te o ditador,

Às ocultas, numa das últimas trips
De segunda, foges para a floresta,
Qual Montag, cante sua canção de gesta!

Enigmagem Contracultural

Veja dois poemas em Apresentações do Powerpoint com som (música) e ilustrações de quadros da Pop-Art, é só clicar e fazer o download:

Um Rock Barroco (com música do Steppenwolf, obras de Hopper, Wesselman, Rosenquist...--945 kb..

Argonautas Internéticos (com música do Cream, obras de Warhol, Rauschensberg, Hockney, Liechtenstein...-- 408 kb

-pode ser visto no próprio
Powerpoint (já estão formatadas para abrir no modo apresentação automaticamente) ou no Real-One...

Poema Semiótico Para Ziggy

Avançar

Home

Voltar