ORFEU SPAM 19/20

Jornal Eletrônico de Poesias e Artes

Editora: Epsilon Volantis

ISSN: 1807-8311

Orfeu Spam é uma publicação trimestral de poesia, música e artes em geral.

São Paulo, jul.ago. de 2008/set out. de 2008.

Orfeu Spam está no ar desde janeiro de 2003

 

Voltar  

   Home Page

  Capa Orfeu Spam 19 / 20  

   Home Page

  Avançar

BLOG!  Marginália Let Me Traduce Pop-UP! Revisão... Metamoderna Pim-Ball! Pop-Corn! Acadêmica I Acadêmica II

Sessão Let Me Traduce: The Hollies!

Nesta página você ouve "Spin, Spin, Spin" do disco II

BLOG!

Marginália

Metamoderna

Pin-Ball!

Pop-UP!

Let Me Traduce

Revisão

Acadêmica

Pop-Corn!

 

BUS STOP

Bus stop, wet day, she's there, I say
Please share my umbrella
Bus stop, bus goes, she stays, love grows
Under my umbrella

All that summer we enjoyed it
Wind and rain and shine
That umbrella, we employed it
By August, she was mine

Every morning I would see her waiting at the stop
Sometimes she'd shopped and she would show me what she bought
Other people stared as if we were both quite insane
Someday my name and hers are going to be the same

That's the way the whole thing started
Silly but it's true
Thinkin' of a sweet romance
Beginning in a queue

Came the sun the ice was melting
No more sheltering now
Nice to think that that umbrella
Led me to a vow

Every morning I would see her waiting at the stop
Sometimes she'd shopped and she would show me what she bought
Other people stared as if we were both quite insane
Someday my name and hers are going to be the same

Bus stop, wet day, she's there, I say
Please share my umbrella
Bus stop, bus goes, she stays, love grows
Under my umbrella

All that summer we enjoyed it
Wind and rain and shine
That umbrella, we employed it
By August, she was mine

PONTO DE ÔNIBUS

 

No ponto, garoa, ela lá, Eu digo:

Se abrigue em meu guarda-chuva.

No ponto, o busão vem, ela fica, o amor surge

Debaixo do guarda-chuva.

 

Nas chuvas de verão usamos

Vento, chuva e sol,

Sob o guarda-chuva nós ficamos,

E na primavera nos amamos.

 

Toda manhã lá estava ela me esperava ao ponto,

As vezes com compras do mercado e me mostrava...

As pessoas nos olhavam em nossa louca espera,

Um dia juntarei seu nome ao meu, tanto quisera!

 

Foi assim que nosso amor começou,

Puro e verdadeiro,

Esse é um doce romance

Que iniciou na fila do ônibus!

 

Como o Sol ao gelo derretendo,

Não preciso do abrigo mais!

Foi tão bom sob aquele guarda-chuva,

Feliz estou demais!

 

Toda manhã lá estava ela me esperava ao ponto,

As vezes com compras do mercado e me mostrava...

As pessoas nos olhavam em nossa louca espera,

Um dia juntarei seu nome ao meu, tanto quisera!

 

No ponto, garoa, ela lá, Eu digo:

Se abrigue em meu guarda-chuva.

No ponto, o busão vem, ela fica, o amor surge

Debaixo do guarda-chuva.

 

Nas chuvas de verão usamos

"Acho que a chuva ajuda a gente a se ver"

Sob o guarda-chuva nós ficamos,

E na primavera nos amamos.

 

Orfeu Google

Pesquisa  

Biblioteca

Nacional RJ

Bib. Nac.

Portugal

Bib. Congresso

USA

Biblioteca

Mário de Andrade

Biblioteca

Virtual

MEC

Ministério da Educação

Minc

Ministério da Cultura

Periódicos

CAPES

CNPQ

Portal

 

The Hollies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


The Hollies é uma banda britânica de rock and roll formada no princípio dos anos 1960. Eles foram contratados pela Parlophone em 1963 como colegas de selo dos Beatles, e lançaram seu primeiro álbum nos Estados Unidos em 1964 durante a primeira leva da Invasão Britânica. Eles são comumente associados a Manchester, pois vários de seus integrantes originais vinham da cidade e de comunidades vizinhas.

O grupo foi criado pelos amigos de infância Allan Clarke, vocalista, e Graham Nash, em meados de 1962. Em seguida juntaram-se Don Rathbone na bateria, Eric Haydock no baixo, e Vic Steele na guitarra-solo. Steele foi rapidamente substituído por Tony Hicks. Em 1963, quando o grupo começou a fazer um certo sucesso, Don Rathbone passou ao posto de "roadie" e foi substituído por Bobby Elliot, considerado por muitos como um dos melhores bateristas ingleses do período do Merseybeat.

Apesar de normalmente não ser lembrada como uma das principais bandas de rock dos anos 1960, os Hollies emplacaram diversos sucessos e se tornaram, ao longo da década, o segundo grupo de maior sucesso da Grã-Bretanha em termos de vendagem de discos, atrás apenas dos Beatles. O grupo se caracterizou por impecáveis trabalhos vocais, duplos ou triplos, com Clarke, Nash e Hicks, o que ainda rende comparações com o trabalho feito anteriormente pelos Everly Brothers. Entre as canções mais populares do conjunto, destacam-se "Stay", "Bus Stop", "Look Through Any Window", "Sorry Suzanne", "Jennifer Eccles", "All I Need Is The Air That I Breathe", "Long Cool Woman", além da antológica "He ain't heavy, he's my brother", várias delas com versões em português, escritas ou gravadas por diversos artistas da Jovem Guarda.

Em 1967, os Hollies participaram do Festival de Sanremo com a música "Non Prego Per Me", em dupla com o cantor local Mino Reitano, mas, apesar da atitude incomum para os grupos ingleses de rock mais conhecidos da época, a gravação não empolgou os jurados, e a música não passou da primeira fase do concurso.

O conjunto passou por várias mudanças em sua formação, sendo a primeira delas a saída de Haydock, por desconfiar que o grupo não estava recebendo os pagamentos a que tinha direito pelos shows e pela venda de discos. Ele foi substituído no baixo por Bernie Calvert em 1966.

Em 1968, a canção "King Midas In Reverse", escrita por Nash e gravada com diversos recursos de estúdio que eram usados por grupos como os Beatles e os Beach Boys, não se tornou o sucesso que se esperava, o que fez o grupo voltar à fórmula pop original e lançar Jennifer Eccles com grande sucessomas o fiasco desanimou Nash, que vinha tentando impôr um novo estilo ao grupo, sem a respectiva aceitação pelos companheiros. Este fato é apontado pelos críticos de música como a principal causa da saída de Nash do conjunto e sua ida para os Estados Unidos, para integrar o trio Crosby, Stills and Nash. Em seu lugar, entrou Terry Sylvester, que tinha passado antes pelos grupos The Escorts e Swinging Blue Jeans.

No fim de 1971, abatido com a saída do conjunto de seu amigo de infância, Allan Clarke também deixou o conjunto para seguir carreira solo, e foi substituído pelo sueco Mikael Rickfors, então um cantor popular na Europa. No entanto, apesar de cantar em inglês com facilidade, Rickfors não era fluente na língua, o que lhe rendeu dificuldades (segundo sua própria biografia, de 2002). O grupo mudou de gravadora, passando da Parlophone para a Polydor, e conseguiu um novo sucesso internacional com "The Baby", mas logo em seguida a ex-gravadora lançou a gravação, feita ainda com Clarke no vocal, de "Long Cool Woman", que rapidamente escalou as paradas de sucessos. A conjunção dos fatores fez com Clarke reassumisse o microfone dos Hollies em 1973, onde ficou até 2002.

Apesar das diversas mudanças na formação, o grupo continuou a gravar e a fazer concertos durante os anos 1970 e 1980. O Hollies ainda apresenta-se esporadicamente, com apenas dois de seus integrantes originais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Voltar  

   Home Page

  Capa Orfeu Spam 19 /20  

   Home Page

  Avançar