ORFEU SPAM APOSTILAS

[Volta à Página Principal]

A QUEDA DE UM ANJO - Camilo Castelo Branco (resumo)

Argumento: Calisto Elói, morgado da Agra de Freimas, vive em Caçarelhos com sua mulher, Dona Teodora de Figueiroa e com seus livros clássicos. A leitura é seu entretenimento preferido.

Ao ser eleito deputado pelo círculo de Miranda, vem trabalhar em Lisboa, disposto a lutar contra a corrupção moral dos costumes. O Parlamento recebe com entusiasmo seus discursos conservadores, por meio dos quais demonstra sua habilidade na retórica e na oratória parlamentar. Defende entre outras coisas, o bom uso da língua portuguesa e combate a luxúria e os teatros como meros pontos de ostentação. Sempre apoiado na cultura livresca, seus discursos fazem tal sensação no Parlamento que causa polêmica e reações desencontradas entre favoráveis e contrários.

Defendendo sempre a moral dos bons costumes antigos e atacando a liberalidade dos modernos sua fama vai se avolumando, adquirindo uma dimensão grandiosa. Porém, logo começa seu declínio, o que justifica o título do livro. Sua decadência ocorre exatamente por acabar comportando-se segundo os vícios dos costumes modernos que tanto ataca.Apaixona-se primeiro pela jovem filha de um amigo, Adelaide e depois inicia uma relação amorosa ilícita com a viúva Dona Ifigênia Ponce de Leon – sua amante, com quem acaba por viver maritalmente e de quem tem dois filhos. Sua mulher, Dona Teodora, abandonada pelo marido, acaba também por arrumar outro companheiro: Lopo de Gamboa, seu primo, de quem tem um filho. Essa obra expressa uma crítica aos românticos e ao mau uso da língua portuguesa e com o tema do adultério faz uma crítica que relaciona o progresso acelerado dos costumes e suas conseqüências perniciosas.