ORFEU SPAM APOSTILAS

[Volta à Página Principal]

E.M. De Melo e Castro

 

Soneto Soma 14X

1 4 3 4 2

2 3 3 0 6

4 1 6 1 2

3 2 2 1 6

 

 

5 0 0 1 8

2 1 2 5 4

1 4 0 1 8

3 2 4 1 4

 

 

3 1 2 3 5

5 4 1 2 2

3 0 4 2 5

 

 

4 3 3 1 3

5 1 2 1 5

8 9 3 5 3

 

 

Os erros de Eros

Eros olha o espelho e vê narciso arder
nas tetas insufladas um diabo qualquer
prolonga a se fusão do orgasmo

meus erros são meus erros
aqui presentes todos
nesta escrita de pernas
os penetro de fodas
circulares

que inadequados ais
ou dúvidas se alinham
nas sevícias venais
dos polícias que tinham

Paga e repaga

A paga

eu gostaria muito sim talvez
dar uma enorme foda todo o mês
numa mulher que se chamasse Inês
e que tivesse um gato siamês
que não me chateasse cada vez
que nela me pusesse de viés
porque as mulheres pensam que talvez
no foder se paga tudo de uma vez

mas nunca se lembram que ao invés
o pagar nada tem com as fodas que dês
porque ainda ontem dei ai umas dez
e a paga que tive foi um chato burguês

A repaga

não penses tu proleta fodilhão
que lá por seres caralho
tens razão
nem que todas as fodas que me dês
são a fácil desforra
do tesão

porque a cona é que sabe
do vir ou do não vir
e só no seu sorrir
é que o caralho sobe

mas se és mal pago
não vais morrer de fomes
e se me pagas
não pagas o que comes.

(e o chato talvez
não seja mais
que o teu retrato
português)

uma chama não chama a mesma chama

 

uma chama não chama a mesma chama

há uma outra chama que se chama

em cada chama que chama pela chama

que a chama no chamar se incendeia

 

 

um nome não nome o mesmo nome

um outro nome nome que nomeia

em cada nome o meio pelo nome

que o nome no nome se nomeia

 

 

uma chama um nome a mesma chama

há um outro nome que se chama

em cada nome o chama pelo nome

que a chama no nome se incendeia

 

 

um nome uma chama o mesmo nome

há uma outra chama que nomeia

em cada chama o nome que se chama

o nome que na chama se incendeia