ORFEU SPAM APOSTILAS

[Volta à Página Principal]

LÚCIO FLÁVIO, O PASSAGEIRO DA AGONIA - José Louzeiro - resumo

O filme LÚCIO FLÁVIO, O PASSAGEIRO DA AGONIA é baseado no livro homônimo de autoria de José Louzeiro.

O filme tenta narrar os últimos momentos da vida de Lúcio Flávio, um marginal carioca que antes de morrer conta para o repórter de um jornal o nome das pessoas que o envolveram e que o tornaram um dos bandidos mais populares do Rio de Janeiro.

O filme começa com o assalto a um banco, numa cidadezinha do interior. Paralelamente, uma ação policial, chefiada pelo Dr. Bechara e o Policial 132, começa nos subúrbios do Rio de Janeiro, a fim de localizar Lúcio Flávio. O primeiro a ser interrogado é um preto velho, amigo de Lúcio Flávio.

A ação volta para uma pensão, onde Lúcio Flávio se encontra, em companhia de Janice, sua mulher.
O encontro deles é interrompido pela chegada de Nijini, o irmão menor de Lúcio Flávio, que traz a notícia da prisão de Micuçu, um outro integrante do bando.

Lúcio decide sair da cidade, mas, ao pegar um táxi, é preso e algemado por 132 e conduzido a uma delegacia do subúrbio.

Preso numa solitária, consegue fugir, fazendo um buraco no chão.

A ação volta para o apartamento de Liece, um companheiro de Lúcio, onde o bando se reúne. Planejam o próximo golpe.

A chegada imprevista de Moretti, um policial que vende proteção para Lúcio, causa surpresa, pois demonstra que não estavam tão seguros quanto pensavam.

Numa noite Lúcio é preso pelo Bechara novamente e levado para o presídio, onde recebe a visita de agentes da polícia Federal, que querem saber do envolvimento dele com Moretti. Lúcio nada diz.
Camburão na rua, é assaltado de surpresa. Nessa ação os colegas de Lúcio o libertam e partem para uma boate da periferia. Nela Moretti os aguarda e decidem o assalto ao banco.

Assalto ao banco. Na fuga, os marginais sofrem uma tentativa de assalto por parte de um grupo de motoqueiros. Irritado com essa surpresa, Lúcio logo desconfia de Moretti e vão todos à casa dele.

Moretti nega sua participação no incidente. Dividem o dinheiro.

Lúcio foge com Janice, sua mulher, para Belo Horizonte, numa proposta de mudar de vida.
Mas a fatalidade, mais uma vez, vai ao seu encontro e Lúcio é preso num quarto de pensão.
Numa reunião com a imprensa, Lúcio Flávio denuncia todos os policiais que lhe venderam proteção durante esses anos todos.

Numa tentativa de persuadirem Lúcio a não depor oficialmente em Juízo contra Moretti, lhe oferecem um passaporte para que possa sair do País.

Lúcio não aceita, pois soube que seu irmão havia sido morto pela polícia.

Ao entrar na cela, encontra dois colegas novos. Estranha. Assim que adormece é executado.

 

 

ELENCO
REGINALDO FARIAS - Lúcio Flávio
ANA MARIA MAGALHÃES - Janice
MILTON GONÇALVES - 132
IVAN CANDIDO - Bechara
PAULO CESAR PEREIO - Dr. Moretti
LADY FRANCISCO - Ligia
SERGIO OTERO - Nijini
IVAN DE ALMEIDA - Liéce
IVAN SETTA - Fernando C. O.
ALVARO FREIRE - Federal
PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:
GRANDE OTELO - Dondinho
STEPAN NERCESSIAN - Suicida
ÉRICO VIDAL - Klaus

FICHA TÉCNICA
H.B.FILMES - Produção
EMBRAFILME - Distribuição
JOSÉ LOUZEIRO - Argumento
JOSÉ LOUZEIRO, HECTOR BABENCO E JORGE DURAN - Roteiro
HECTOR BABENCO - Direção
LAURO ESCOREL FILHO - Direção de Fotografia
CARLOS A. DINIZ - Direção de Produção
SILVIO RENOLDI - Montagem
JOHN NESCHLING - Música

 

(Apostila 25 de Contemporânea da Lit. Brasileira)