ORFEU SPAM APOSTILAS

[Volta à Página Principal]

Uma Vida em Segredo - Autran Dourado - resumo

Uma Vida em Segredo (1964) conta a história da moça Biela, que, depois da morte do pai e já órfã de mãe, é obrigada a deixar sua terra, a Fazenda do Fundão, para morar na cidade, em casa de parentes. A história de Biela brotou de um sonho, contado por Autran Dourado em Poética do Romance. “O narrador evidencia a simplicidade, o desapego aos bens matérias de Biela e através do fluxo de consciência, recurso utilizado por Autran Dourado, é mostrada a inadaptação da personagem ao espaço urbano. A pesquisa consistirá em, inicialmente, uma abordagem do estado comportamental e psicológico de prima Biela e de sua postura em relação ao espaço em que ela se insere e ao qual não se adeqüa. O método usado foi uma breve análise crítica da obra, confrontando passagens da própria narrativa com considerações feitas pelo autor da obra enfocada.As fontes de pesquisa foram leituras do corpus, das obras bibliográficas, fichamentos, síntese e resenhas. Nos resultados, fiz uma análise criteriosa da cada capítulo para melhor retratar o perfil psicológico da personagem. O trabalho será dividido em capítulos para uma melhor abordagem do assunto e melhor caracterização de Biela e seu drama interior em relação a um meio em que ela, ingênua e primitiva, como é, não se adapta. Pode-se concluir que a personagem teve a vida desperdiçada devido à sua criação, mas o verdadeiro segredo só ela realmente conhece.(Neidelamar Lucena de Sá, A INADEQUAÇÃO DA PERSONAGEM BIELA, EM “UMA VIDA EM SEGREDO”, DE AUTRAN DOURADO, AO ESPAÇO URBANO”).

A Novela é a modalidade narrativa que se caracteriza pela sucessividade dos episódios, muitas vezes das personagens e dos cenários. O tempo e o espaço conjugam-se dentro dessa estrutura. Assim; a novela condensa os elementos do romance. Os diálogos são mais rápidos, as narrações são diretas e sem circunlóquios, tudo favorecendo a precipitação da história para o seu desfecho.

Uma Vida em Segredo é uma novela que traz a senha para o estudante entrar no intrincado universo de Autran Dourado, em que cada tema sugere um estilo.

Nesta novela o escritor discorre sobre a gente simplória do interior das Minas Gerais. Centrado na figura da prima Biela, o enredo elucida os dramas morais e psicológicos da moça feia que cresceu na roça e mudou-se para a cidade após a morte do pai. Reprimida, ela transforma seus desejos em reclusão voluntária. Após a morte de seu pai, a jovem Biela, de 17 anos, passa a morar com Conrado, seu primo, que a leva para viver junto com sua família em uma pequena cidade.

 Constança, esposa de Conrado, busca adaptar Biela a uma vida social de acordo com as posses da família e para tanto encomenda vestidos ricos e a ensina a se portar como uma jovem educada e rica. Entretanto, Biela apenas se sente bem ao lado dos empregados da fazenda onde mora, com quem passa a conviver após uma grande desilusão amorosa. Biela é coerente, fiel a si mesma, uma personagem densa e intimista, que aceita a imposição do destino, mas à sua maneira.

 

O Filme:

Ficha Técnica
Título Original: Uma Vida em Segredo
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 95 minutos
Ano de Lançamento (Brasil): 2002
Estúdio: Raiz Produções Cinematográficas
Distribuição: Riofilme
Direção: Suzana Amaral
Roteiro: Suzana Amaral, baseado em livro de Autran Dourado
Produção: Assunção Hernandes
Música: Luiz Henrique Xavier
Fotografia: Lauro Escorel
Direção de Arte: Adrian Cooper
Figurino: Marjorie Gueller
Edição: Verônica Sáenz

Elenco
Sabrina Greve
Eliane Giardini
Cacá Amaral
Neusa Borges
Eric Novinsky


Sinopse
Após a morte de seu pai, a jovem Biela, de 17 anos, passa a morar com Conrado, seu primo, que a leva para viver junto com sua família em uma pequena cidade. Constança, esposa de Conrado, busca adaptar Biela a uma vida social de acordo com as posses da família e para tanto encomenda vestidos ricos e a ensina a se portar como uma jovem educada e rica. Entretanto, Biela apenas se sente bem ao lado dos empregados da fazenda onde mora, com quem passa a conviver após uma grande desilusão amorosa.

 

 

 

(Apostila 9 de Contemporānea da Lit. Brasileira)